Crônicas

Obscuro revelado

Os holofotes da fama permeavam os seu pensamentos, e em lampejos de delírio, ele segue o seu propósito em se lançar diante dos desafios que só   irão   beneficiar  a  sí próprio e suas ramificações familiares. Ele se oferece como a solução dos anseios de uma geração corroída pela ausência de fé e conhecimentos. Essa mesma geração que se deixou levar pelo modismo das manchetes imediatistas e plantadas pelos seus próprios algozes… “ Eu sou a solução”…

Com percentual considerável, acredita e passa para ele uma procuração para que esse mesmo algoz, o represente nos palcos  e nas câmaras escuras e escusas do cenário político.

Porem nada esta perdido diante de tantos que não honram a sua posição de “servidor do público”, eis que um desconhecido desponta em cena no observatório nacional via rede mundial interligada, causando perplexo ao mundo dos “normais”.

Não a nós senhor, diz uma minúscula parcela dessa geração que acredita no cumprimento das leis. Leis que nos sufoquem com decisões monocráticas, e lampejos de um ditador inescrupuloso e senil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *